Quer viver mais? Então, é melhor casar! Pelo menos é isso que supõe um estudo publicado na revista científica Annals of Behavioral Medicine (EUA) e conduzido pelo Centro Médico da Universidade Duke (EUA). Os pesquisadores analisaram aproximadamente 4 802 pessoas que nasceram na década de 40. Foram verificados também, fatores como personalidade, condição socioeconômica e se possuíam ou não comportamento de risco.

Com isso, descobriram que não ter um parceiro realmente estava ligado à morte prematura. Também foi percebido que, adultos solteiros, tem pelo menos o dobro de chance de morrer precocemente ante aquelas pessoas que vivem com um parceiro durante meia-vida.

idosos2

As pessoas que nunca tinham sido casadas apresentaram risco 2,3 vezes maior de morrer precocemente. Essa chance foi 1,6 maior entre pessoas solteiras, mas que já tinham sido casadas em algum momento da vida.

Segundo os autores do estudo, os resultados sugerem que a relação conjugal é cada vez mais importante como forma de apoio emocional e social, o que parece impactar diretamente na taxa de mortalidade”. E agora? Ficar solteiro e viver menos ou casar-se e viver mais?