Você sabe quais são as diferenças entre as gorduras monoinsaturadas e poli-insaturadas? Você está comendo muita gordura saturada? Você está consumindo a quantidade certa de ômegas, incluindo o ômega 6?

Uma dieta adequada para manter um coração saudável nunca foi tão confusa e com tantas dúvidas sobre quais alimentos você deve comer e quais deve evitar. Uma pesquisa recente realizada nos Estados Unidos confirmou que as pessoas pararam de prestar atenção nas orientações sobre uma vida saudável, uma vez que há muitas dúvidas sobre qual o melhor tipo de gordura para sua saúde. 

RECEBA CONTEÚDOS EXCLUSIVOS TODA QUARTA-FEIRA. NÃO SE PREOCUPE, TAMBÉM ODIAMOS SPAM!

A comunidade científica também está preocupada com as mensagens incompletas e enganosas sobre gorduras que estão sendo apresentadas às pessoas. Assim, uma nova pesquisa publicada na conceituada revista americana Circulation traz o assunto à tona novamente.

/ Ômega 6 pode blindar seu coração

O estudo realizado por Walter Willet, renomado médico e chefe do departamento de nutrição da Escola de Medicina Pública de Harvard (EUA), aponta o papel do Ômega 6 (pertencente ao grupo das gorduras poli-insaturadas).  Ele é um tipo de gordura essencial que seu corpo não consegue fabricar. Logo, a única forma de obter esse nutriente é por meio de uma alimentação que contenha fontes de ômega 6 como os óleos de girassol, canola, soja, peixes, castanhas.

MINI Cooper S Cabrio
MINI Cooper S Cabrio
MINI Cooper S Cabrio

Os cientistas confirmaram que uma alimentação rica em ômega 6 reduz o risco de  ataque cardíaco, e quando o consumo substitui os carboidratos e gorduras saturadas na dieta, a redução do risco é ainda maior.

Elizabeth Vargas, nutricionista da Unilever, explica a importância do estudo para a dieta diária. “Entender quais tipos de gorduras ingerir para ter uma dieta saudável pode ser confuso. É aconselhado  uma alimentação balanceada com a presença de todos os nutrientes em equilíbrio. Além disso, balancear sabor e saúde é uma das chaves para uma vida saudável. Este estudo apenas confirma que uma dieta rica em gorduras poli-insaturadas (encontrada em nozes, sementes, peixes, óleos e vegetais) e pobre em gorduras saturadas (encontradas principalmente em alimentos de origem animal como carnes e leite integral ) é o ideal para a saúde do coração”.