Os homens brasileiros estão adotando hábitos mais saudáveis. Relatório do Ministério da Saúde aponta uma redução de 16% para 14,1% no número de sedentários. A pesquisa avaliou homens na faixa de 18 a 65 anos entre os anos de 2009 e 2011.

Nas academias, a comprovação de que isso é uma tendência vem da inversão da frequência: hoje mais homens do que mulheres fazem exercícios físicos. A rede Fit Premium de Curitiba observa que a mudança de perfil aconteceu sobretudo nos últimos dois anos. Atualmente, entre os frequentadores das suas três unidades, 53% são homens e 47% mulheres.

O personal trainer e professor da Fit Premium Batel, Robinson Simões, acredita que os homens se conscientizaram que, com o aumento da longevidade, a atividade física vai garantir maior qualidade de vida no futuro. “Como os homens de diferentes idades estão procurando a academia, existem exercícios indicados para cada etapa da vida. Entretanto, corridas no parque e passeios de bicicleta são indicados para todas as pessoas no combate ao sedentarismo”, explica o personal.

O cardiologista do Hospital Cardiológico Costantini, Everton Cardoso Dombeck, alerta que o sedentarismo é um dos principais fatores de risco para as doenças cardiovasculares e que praticar exercícios regularmente melhora a saúde cardíaca e previne doenças. “As atividades físicas ajudam no metabolismo e auxiliam na perda de peso e no controle de doenças crônicas como hipertensão, diabetes, colesterol, entre outras. E, além de todos esses benefícios, manter uma vida ativa serve como uma válvula de escape para o estresse, melhorando a qualidade de vida”, afirma.