Poucas coisas são tão gostosas quanto pegar o carro, colocar a prancha de surfe no teto e cair na estrada. Seja para aproveitar os dias de férias ou feriados. Admita, até mesmo retornar das comemorações de fim de ano com as energias restabelecidas pelo descanso na praia ou no campo é bacana.

20% dos acidentes de veículos no país são causados por dormir ao volante, segundo a ABS

Você, inclusive, já deve ter encarado as rodovias durante a noite ou madrugada para evitar o trânsito. Aí está uma decisão arriscada. Um levantamento da Associação Brasileira do Sono (ABS) aponta que dormir na direção é a causa de 20% do total de acidentes envolvendo veículos no país.

De acordo com Edson Kayanuma, médico cardiologista e supervisor de Saúde da montadora Ford, além do risco de adormecer ao volante, a sonolência prejudica o tempo de reação, de decisão e a atenção de quem dirige, efeitos semelhantes ao de estar sob a influência de drogas ou do álcool.

“Antes de pegar a estrada, descanse. Caso sinta sono ou cansaço durante a viagem, peça a um dos passageiros, também habilitado, para assumir a direção. Se não for possível ou se estiver sozinho, pare em um local seguro e durma por algumas horas antes de continuar”, aconselha Kayanuma. O médico cita ainda alguns sinais que merecem atenção, pois podem indicar cansaço.

estrada

/ Pegar a estrada sem descanso: o pior dos erros

De acordo com Leonard Verea, médico psiquiatra formado pela Faculdade de Medicina e Cirurgia de Milão (Itália), não há uma quantidade exata de horas que você deve dormir antes de pegar a estrada. Isso varia de pessoa para pessoa, de acordo com a faixa etária, mas nunca pule o descanso. “Os recém-nascidos chegam a dormir mais de 20 horas, enquanto o idoso, em geral, dorme pouco. Alguns indivíduos precisam dormir de 6 a 8 horas, outros se sentem mal se não tiverem 10 horas de sono”, diz Varea. Agora, imagine uma viagem que leva mais de 4 horas de direção?

RECEBA CONTEÚDOS EXCLUSIVOS TODA QUARTA-FEIRA. NÃO SE PREOCUPE, TAMBÉM ODIAMOS SPAM!
A PLAYLIST PARA OUVIR AO VOLANTE, CRIADA PELO DJ GABRIEL PACCA

Para Carolina Elena Carmona de Oliveira, fisioterapeuta e especialista em medicina do sono, a falta de sono deprecia seu desempenho físico e mental. “Indivíduos que dormem pouco desenvolvem distúrbios cognitivos como déficit de atenção, memória, concentração e acabam tendo sonolência diurna excessiva, que pode indicar acidente vascular cerebral, esclerose múltipla ou narcolepsia”, explica. “A memória é fixada durante o sono. É nessa hora que ocorre a secreção de substâncias como a serotonina e a noradrenalina que, se privadas, podem levar a transtornos de humor e de ansiedade”, complementa.

Aqui, listamos alguns sinais que podem aparecer enquanto você dirige. Notou algum? Encoste no posto de gasolina mais próximo e descanse.

/ Dificuldade em se concentrar, piscar frequentemente ou pálpebras pesadas;
/ Dificuldade em se lembrar dos últimos quilômetros percorridos;
/ Sentir-se inquieto ou irritado;
/ Perder saídas da estrada ou não reparar em sinais de trânsito;
/ Problemas em manter a cabeça erguida;
/ Desviar o carro da pista.