A queda de cabelo tem algumas razões: estresse, diabetes, sono ruim… além da genética, claro. Se você está vendo o telhado cada vez mais vazio, hora de tomar uma atitude: pela boca.

Dizem que elas gostam mais dos carecas. Porém, entre uma juba esbelta e um visual Vin Diesel há mais entradas na sua cabeça do que uma via expressa. Se você não está a fim de passar a gilete ou esperar o tempo agir, inclua estes 5 alimentos em sua dieta e diminua a queda de cabelo.

RECEBA CONTEÚDOS EXCLUSIVOS TODA QUARTA-FEIRA. NÃO SE PREOCUPE, ODIAMOS SPAM!

/ 5 ALIMENTOS QUE ACABAM COM A QUEDA DE CABELO

OSTRAS

Frutos do mar, além de ajudar em sua ereção, podem fazer maravilhas pelo seu cabelo. Tudo por causa do zinco. Um estudo da Universidade Ain Shams (Egito) comparou o nível do nutriente no organismo de 50 pessoas. Aqueles com evidente queda de cabelo tiveram números abaixo do recomendado. Ao mesmo tempo, pesquisadores do departamento de dermatologia da Universidade Hallym (Coreia do Sul) descobriram que 312 indivíduos com queda de cabelo (homens e mulheres), participantes de um estudo sobre o tema, também tinham baixo nível de zinco no corpo.

Felizmente, consumir a dose recomendada de zinco pode impedir a queda de cabelo. De acordo com o Instituto Nacional para Saúde (EUA), as ostras são a fonte mais rica de zinco disponível na natureza. Porém, outros alimentos como ovos, espinafre (veja mais abaixo) e aveia também possuem a substância.

ALGAS-MARINHAS

Sabia que algumas algas-marinhas são comestíveis? E não estamos falando daquela folha que enrola seu temaki. Estudo no Clinical Nutrition Research apontou que duas espécies em especial são responsáveis pela interrupção da queda de cabelo e posterior aumento no volume do fios. Após 16 semanas de consumo constante de laminaria japonica (um tipo marrom de algas-marinhas), voluntários com moderada calvície tiveram crescimento capilar de cerca de 13% e 27% na espessura dos fios.

É possível procurar em farmácias de manipulação por suplementos que possuam os nutrientes desta planta, que também reduzem a inflamação na pele da cabeça – um dos fatores da queda de cabelo.

ÓLEO DE COCO

Apesar da contradição em ingerir o óleo de coco de olho na saúde, é unânime que a substância seja benéfica às madeixas. Principalmente para evitar a queda de cabelo. Cientistas coreanos receitaram cerca de 400 mg de óleo de coco ao dia para homens passarem na cabeça. Ao longo de 24 semanas, os caras perceberam crescimento no volume dos cabelos.

Quando usado como pré-lavagem ou pós-lavagem dos cabelos, o óleo de coco neutraliza a proteína responsável pela queda de cabelo e também diminui a dermatite seborreica, que causa coceiras na cabeça.

MEL

Outro fator que pode piorar a queda de cabelo é a dermatite ceborreica. Estudo publicado no European Journal of Medical Research comprovou que aplicar à cabeça mistura composta 90% de mel e 10% de água, uma vez a cada dois dias, durante quatro semanas, diminui drasticamente a queda de cabelo. Mas é preciso que o mel seja de boa qualidade, beleza?

ESPINAFRE

Além do já citado benefício do zinco para a saúde dos cabelos (o espinafre é rico em zinco!), temos também o ferro e a vitamina C – que ajuda o organismo a absorver o mineral. Essa combinação pode ajudar a diminuir a queda de cabelo, ainda mais quando combinada a ovos e cogumelos, que possuem vitamina D, que fortalece os fios remanescentes.