Todas as manhãs você sai da cama com muito esforço, vai até a cozinha com uma péssima expressão e prepara um café. Pronto, vida nova! Agora, dá para sair pela porta de casa e fazer com que seu dia seja bem produtivo. Além do óbvio estímulo que o café proporciona, separamos uma série de outros benefícios que a bebida mais brasileira de todas pode trazer para a saúde, impactar seu organismo e até mesmo seu comportamento.

Nada melhor do que um café como sobremesa!

/ Café reduz o risco de Diabetes

Segundo experimento realizado pela Universidade Harvard (EUA), os ácidos clorogênicos e trigonelina alcalóide presentes no café ajudam na redução de glicose e insulina. Pessoas que aumentaram o consumo de café por dia num período de quatro anos tiveram um risco 11% menor de desenvolver o Diabetes tipo 2. Para aqueles que diminuíram o consumo da bebida, registrou-se um aumento de 17% no risco de surgimento da doença.

/  Evita pedras nos rins

Beber café pode reduzir o risco de ter uma condição que muitos dizem que dói mais do que o parto: pedras nos rins. Em estudo realizado em Harvard, pessoas que bebiam uma ou mais doses de café por dia tinham probabilidade 26% menor de desenvolver pedras nos rins do que aquelas que consumiam menos de uma vez por semana.
De acordo com os pesquisadores que conduziram o estudo, a cafeína presente no café ajuda você a urinar mais, o que libera o excesso de cálcio e sódio que podem contribuir para a formação de pedras nos rins.
 / Ajuda na memória

Pesquisa da Universidade Johns Hopkins (EUA) testou a memória de 160 voluntários durante 24 horas. As pessoas que consumiram 200 miligramas de cafeína (a mesma quantidade encontrada em dois cafés expressos) conseguiram lembrar de determinadas imagens mesmo depois de 24h, já os participantes que não tinham consumido a bebida não lembravam mais.

Segundo os cientistas, a cafeína estimula um neurotransmissor chamado norepinefrina, que desempenha um papel crucial em ajudar a recuperar uma memória.

RECEBA CONTEÚDOS EXCLUSIVOS TODA QUARTA-FEIRA. NÃO SE PREOCUPE, ODIAMOS SPAM!

/ Reduz câncer no fígado
Na última década, as taxas de câncer de fígado aumentaram em média 4% ao ano. Em um estudo da Universidade do Havaí (EUA), pesquisadores descobriram que o café pode ajudar a reverter essa estatística. Pessoas que beberam 2 ou 3 xícaras de café por dia estavam 38% menos propensas a desenvolver câncer de fígado. Os pesquisadores não sabem exatamente por que o café pode ser tão protetor, mas acreditam que pode ser devido a compostos dentro da bebida que diminuem as enzimas hepáticas e retardam a progressão da doença.
/ Melhora seu desempenho esportivo
Beber uma xícara de café antes de treinar pode levar a alguns ganhos de desempenho. Homens que bebiam uma xícara, uma hora antes de pedalar, completaram os treinos cerca de 5% mais rápido do que aqueles que tomavam qualquer outra bebida. Os pesquisadores acreditam que o aumento no desempenho é porque a cafeína impede que o composto adenosina se ligue aos receptores – o que faz com que você se sinta mais forte e sofra menos com o cansaço.
/ Muda seu humor
O café pode ser considerado uma bebida da felicidade: um estudo finlandês descobriu que os homens que tomam mais café por dia têm probabilidade 77% menor de desenvolver depressão do que aqueles que não bebiam. Além disso, pesquisadores de Harvard também descobriram que as pessoas que tomam 2 a 3 xícaras por dia têm 55% menos probabilidade de cometer suicídio do que os não bebem. Isso pode acontecer porque a cafeína age como um antidepressivo moderado, aumentando a transmissão da dopamina (hormônio regulador do humor).
/ Estimula a digestão
Mesmo sendo um sucesso absoluto depois do almoço, poucos sabem que o café é recomendado para estimular a digestão. A bebida estimula os intestinos, o reflexo do estômago e do reto sigmóide (parte final do intestino grosso), aumentando assim o movimento gastrointestinal e facilitando a digestão. O remédio para a preguiça pós-almoço pode também ser sua salvação quando você exagerar na quantidade de comida ou nas quartas-feiras de feijoada.