Estudo sugere que fumar maconha melhora seu desempenho sexual

BRUNO ACIOLI

Você já deve ter ouvido (ou até mesmo constatado) que fumar maconha antes de transar faz com que o sexo seja mais intenso e prazeroso. Acontece que a ciência resolveu confirmar essa hipótese popular.

Pesquisadores do departamento de urologia da Universidade Stanford (EUA) revisaram uma pesquisa realizada pelo Centro de Controle de Doenças (CDC, na sigla em inglês), que contou com a participação de cerca de 28 mil mulheres e 22 mil homens acerca do assunto. O objetivo, na verdade, era entender se fumar maconha estava, de alguma forma, relacionado à disfunção sexual masculina, uma vez que essa é a área de atuação dos especialistas em questão. 

Eles descobriram que pessoas que fumam maconha diariamente transam 20% mais vezes do que os abstêmios. Para os homens, retarda, de certa forma, a ejaculação e propõe os mesmos efeitos hormonais que em mulheres. Veja mais abaixo. 

/ Maconha aumenta o tesão

É curioso reparar que esse estudo não é o primeiro a revelar que quem fuma maconha transa mais. A fabricante de preservativos Skyn, algum tempo atrás, realizou a própria investigação sobre o tema. O resultado foi que aqueles que fumam diariante transam cerca de 14% mais do que quem não fuma. Tem mais: nessa pesquisa, foi constatado que 59% dos fumantes são mais confiantes na cama quando apenas 41% de quem não fuma ou nunca fumou disseram ser muito bons no sexo. 

Outro estudo, dessa vez realizado pela Universidade Saint louis (EUA), revelou que 68% (a maioria) das mulheres que fumam maconha antes do sexo relataram sentirem mais tesão durante a prática do esporte, sendo comum para as entrevistadas acender um beck quase que obrigatoriamente antes de transar. O objetivo para 72% delas é aumentar a libido, enquanto 62% defendem que a qualidade e intensidade do orgasmo é maior quando fumam.

Os cientistas acreditam que ansiedade e estresse (sensações comuns quando casais transam pela primeira vez) são responsáveis por diminuir a lubrificação vaginal e a libido. Nesse sentido, a maconha atua quase com um ansiolítico, que faz com que o organismo produza endorfina e outros hormônios que causam relaxamento e sensação de bem-estar. “De forma pontual e em doses moderadas, fumar maconha pode – durante um curto período – aumentar a sensação de prazer durante o sexo”, contou a médica ginecológica Monica Grover, em entrevista à Forbes. Monica alerta que diversos estudos demonstram que fumar maconha por muito tempo pode, no entanto, potencializar quadros e crises de ansiedade.

Ou seja, é melhor não depender de cannabis todas as vezes em que for para a cama. 

Quer receber mais conteúdos sobre sexo?
Inscreva-se abaixo. Nada de spam!