Se você frequenta academia, seja para cuidar da saúde, seja para ter um corpo maneiro, sabe que às vezes falta disposição para enfrentar anilhas, esteiras e… a dor. Principalmente no inverno. O frio corta todo o barato de treinar, não é mesmo? Por causa disso, você já deve ter visto amigos consumindo suplementos termogênicos antes do treino para ganhar aquela energia extra.

Tudo bem, você já deve até ter experimentado um desses, a gente sabe. Inclusive, muitos dos produtos disponíveis no mercado prometem acelerar a perda de peso, o que tornam eles muito mais atrativos. O problema é que usá-los deliberadamente e sem o acompanhamento de um especialista pode trazer riscos graves para sua saúde. “Quando usado de forma incorreta e sem prescrição, os termogênicos podem ser prejudiciais à saúde, aumentando o risco de pressão arterial elevada”, alerta Guilherme Giorelli, médico nutrólogo e diretor da Associação Brasileira de Nutrologia (Abran). Afinal de contas, não é qualquer um que pode tomar uma parada dessas. Já pensou se você tem pré-disposição à pressão alta?

As substâncias presentes nesses comprimidos ou pó aumentam a capacidade de desprender calorias e elevam a temperatura interna do corpo, acelerando o metabolismo. Giorelli explica que, muitas vezes, você não precisa de suplementos para ganhar esse benefício.  Muitos alimentos naturais, como o chá verde, o café e a canela, podem agir como ótimos aliados para turbinar a vontade de malhar. “Os alimentos agem como termogênicos no nosso organismo, mas também trazem calorias. Por isso, hoje, as pessoas acabam buscando a substância isolada”, comenta.

O diretor reforça que, caso você prefira as versões sintéticas, é preciso buscar acompanhamento nutricional e realizar alguns exames que medirão se seu corpo pode receber essas substâncias. “Procure um especialista que conheça seu organismo e saiba exatamente como o termogênico vai agir e se trará algum efeito negativo à saúde. É preciso conhecer seu limite.”

/ Invista em termogênicos saudáveis

Você não quer correr o risco de ter um piripaque na academia, mas também não tem tempo (nem grana) para buscar ajuda especializada? A ciência (e sua cozinha) pode resolver seu problema. Um estudo publicado no International Journal of Sport Nutrition and Exercise Metabolism descobriu que atletas que ingeriram bebidas naturais à base de cafeína como pré-treino queimaram cerca de 15% mais calorias após o fim da malhação do que aqueles que não consumiram nada. A quantidade sugerida foi de 300 ml (isso dá duas xícaras de café).

termogênicos

Eis aqui seu novo pré-treino!

Outro motivo para você continuar bebendo café antes de treinar: cientistas da Universidade de Illinois (EUA) constataram que beber de 2 a 3 xícaras de café uma hora antes do treino reduz a percepção de dor muscular. Isso porque a cafeína melhora a resistência da musculatura em treinos de força.

Ah, você não é fã de café? Invista no chá verde, então. Um estudo conduzido por pesquisadores da Universidade Maastricht (Holanda) indica que consumir 150 ml (1 xícara) da bebida tem o mesmo efeito de um copo americano de café.