[quote_box_left]Pesquisa: fumar pode estar ligado ao retorno do câncer de próstata [/quote_box_left] Dia 8 de abril é tido com o Dia Mundial de Combate ao Câncer. A data tem como objetivo chamar a atenção de toda a sociedade para o crescimento dos índices da doença: o câncer é hoje a segunda maior causa de mortes no Brasil e no mundo, perdendo apenas para as doenças cardiovasculares. Sim, a doença se tornou um evidente problema de saúde pública mundial e, de acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), até 2030, podem-se esperar 27 milhões de casos incidentes de câncer, 17 milhões de mortes por câncer e 75 milhões de pessoas vivas, anualmente, com câncer. Especificamente no Brasil, de acordo com o Instituto Nacional de Câncer (Inca), a estimativa para esse ano aponta para a ocorrência de aproximadamente 576 mil casos novos de câncer, incluindo os casos de pele não melanoma, reforçando a magnitude do problema do no país. O câncer de pele do tipo não melanoma (182 mil casos novos) será o mais incidente na população brasileira, seguido pelos tumores de próstata (69 mil), mama feminina (57 mil), cólon e reto (33 mil), pulmão (27 mil), estômago (20 mil) e colo do útero (15 mil).

/ Entenda a doença

67IU4674

O câncer, também chamado de neoplasia, é um conjunto de mais de 100 doenças que se caracterizam pelo crescimento desordenado das células. E pode ser evitado na maioria dos casos com adoção de hábitos saudáveis, como por exemplo manter uma alimentação equilibrada, ficar longe do cigarro e beber moderadamente. Ele não é uma doença prioritariamente hereditária, muito longe disso. Na verdade, apenas 1 em cada 10 tumores diagnosticados tem relação comprovada com herança familiar. Com isso, acredita-se que 9 em cada 10 casos da doença estão ligados à interação do ser humano com o meio ambiente, seja por hábitos nem sempre saudáveis, seja por meio da exposição a fatores e agentes de diferentes origens.

A doença tem uma base genética, mas as alterações gênicas envolvidas no câncer ocorrem de forma hereditária em apenas 10% dos casos. “Em todos os outros casos, essa alteração genética pode ser causada pelo cigarro, álcool, raios solares, alimentação carregada de conservantes, contatos com substâncias químicas nocivas e até mesmo por inúmeros vírus ou bactérias como HPV, Hepatites B e C, dentre outros”, destaca Jefferson Luiz Gross, oncologista do Hospital A.C. Camargo, em São Paulo, referência na prevenção e tratamento do câncer.

Abaixo, você confere os diferentes tipos de câncer e o que fazer para preveni-los.

/ Câncer de próstata

Male prostate anatomy lateral view

É o segundo que mais acomete homens, atrás apenas do câncer de pele não-melanoma. Em 2014, segundo o último levantamento realizado pelo Instituto Nacional de Câncer (Inca), surgiram 68 800 novos casos dessa neoplasia em todo Brasil. Mais do que qualquer outro tipo, é considerado um câncer da terceira idade, já que cerca de três quartos dos casos no mundo ocorrem a partir dos 65 anos. O aumento observado nas taxas de incidência no Brasil pode ser parcialmente justificado pela evolução dos métodos diagnósticos (exames), pela melhoria na qualidade dos sistemas de informação do país e pelo aumento na expectativa de vida.

Previna-se Evite fumar e faça uma dieta equilibrada, sobretudo que inclua romã. Um estudo da Universidade da Califórnia (EUA) revelou que o consumo de suco da fruta inibe a proliferação das células do câncer de próstata, isto é, ajuda a impedir a metástase.

/ Câncer de mama

1226_thumb_g
Apesar de somente cerca de 1% dos tumores malignos da mama acontecerem em homens, é melhor não descuidar. As chances de sucesso no tratamento superam 90% quando há diagnóstico precoce. Por isso, o melhor caminho é a realização do exame de mamografia a partir dos 40 anos, com repetição anual. E para quem tem casos na família, como a mãe, tias, avós e irmãs, é fundamental visitar mais cedo o aconselhamento genético, que em conjunto com o mastologista vão apontar as melhores formas de acompanhamento.

Previna-se Faça caminhadas e atividades físicas diversas, como futebol, jogar tênis etc. Tenha uma alimentação saudável, rica em frutas e verduras. Evite o cigarro e bebidas alcoólicas em excesso, principalmente os destilados.

/ Câncer de intestino

Colon-Cancer-Symptoms-And-Signs-In-Men-450x251
Os tumores de intestino e reto estão entre os cinco mais frequentes em homens. Quando ocorre, se o diagnóstico é precoce, o índice de cura em fases iniciais é de 95%, segundo resultados do A.C. Camargo. É mais comum acima dos 50 anos.

Previna-se Faça uma dieta rica em frutas, vegetais, fibras, cálcio e pobre em gorduras animais. O consumo de bebidas alcoólicas e de carne vermelha está relacionado à doença e deve ser moderado. Elimine de sua alimentação o consumo de embutidos e defumados, que contém conservantes e agentes químicos de poder cancerígeno. Além disso, consulte seu médico sobre a indicação de colonoscopia, que é recomendada a partir dos 50 anos de idade.

/ Câncer de pele

2012-523456244-2012053090311.jpg_20120603-(2)

Os tumores de pele são os que mais ocorrem no mundo e também no Brasil, onde cerca de 120 mil homens são diagnosticados a cada ano. Apesar do alto índice de cura, o diagnóstico precoce é fundamental, pois uma da manifestações, o melanoma, pode ser extremamente agressiva e letal. Por isso, sempre que notar o aparecimento ou crescimento de pintas irregulares em seu corpo, não hesite: procure um especialista e, se for o caso, uma equipe experiente e interdisciplinar para o tratamento.

Previna-se A exposição ao sol deve ser evitada principalmente entre 10h e 16h. Na praia e em caminhadas, não deixe de usar chapéu, guarda-sol, óculos escuros e filtros solares com fator de proteção a partir de 15. E coloque em sua rotina o exame de dermatoscopia digital, fundamental para o rastreamento e diagnóstico seguro.

/ Câncer de pulmão

f_176062

Com alta incidência entre fumantes (mais de 90% dos homens com este tumor são tabagistas). Embora seja considerado como um câncer perfeitamente evitável, o câncer de pulmão é um dos que mais faz vítimas fatais no Brasil.

Previna-se É essencial largar o vício por tabaco e consultar seu médico sobre a indicação de tomografia computadorizada do tórax como prevenção.

/ Câncer de estômago

azia-e-indigestao-1

Apesar de ser mais comum a partir dos 50 anos, não há uma idade indicada para realização da primeira endoscopia. Segundo especialistas do A.C. Camargo, procurar um médico no caso de persistência de sintomas como azia, má digestão e dor abdominal é o mais indicado.

Previna-se Coma vegetais, legumes e frutas cítricas, sempre bem lavados, alimentos ricos em fibras e tome cuidado com os excessos com bebidas alcoólicas, além do cigarro.

/ Câncer de esôfago

3d rendered illustration of the esophagus

Está diretamente associado ao tabagismo e ao alto consumo de bebidas alcoólicas. Há relação de maior incidência também por lesões cáusticas no esôfago, deficiência de ferro e agentes infecciosos. Também contam a existência de casos de câncer na família, por isso procure um oncogeneticista se for o caso.

Previna-se É importante adotar uma dieta rica em frutas e legumes, evitar consumo frequente de bebidas quentes e de alimentos defumados. O refluxo, outro fator de risco para esse câncer e que atinge mais de 20 milhões de brasileiros, precisa ter acompanhamento adequado de um especialista.

/ Câncer de boca

causas-de-cancer-de-boca-620x411

Mais comum a partir dos 40 anos, o principal sintoma é o aparecimento de feridas na boca que não cicatrizam em uma ou duas semanas, ulcerações superficiais e indolores (podendo sangrar ou não) e manchas esbranquiçadas ou avermelhadas nos lábios ou na mucosa bucal. Situações mais extremas, como dificuldade para falar, mastigar e engolir, além de emagrecimento acentuado, dor e presença de caroço no pescoço podem ser sinais de câncer de boca.

Previna-se Fuja do fumo, seja ele em charutos, cachimbos, cigarros ou folha mascada, e do consumo desenfreado de álcool, sobretudo destilados. Tenha como regra uma higiene bucal adequada e, em caso de próteses dentárias, cuidar para que estejam sempre bem ajustadas. Evite usar enxaguantes bucais com álcool, que podem provocar irritações na mucosa.

/ Leucemia

leucemia

Tumor mais frequente na infância, sobretudo dos 2 aos 5 anos, a leucemia é altamente curável. Quatro em cada cinco crianças se vêem livre da doença com o tratamento especializado, segundo relatório do Hospital. Não há sintomas claros para o diagnóstico.

Previna-se Fique atento a sintomas como anemia repentina, fadiga, cansaço, desânimo, dificuldade para andar, sangramentos e febres ocasionais. A avaliação dos sintomas deve sempre ser feita por seu pediatra de confiança.

/ Câncer de laringe

imgHandler

Os principais sintomas são rouquidão, dificuldades para engolir, dor de garganta constante, falta de ar, caroços no pescoço, mau hálito, perda de peso e tosse. Pesquisa realizada pelo Hospital A.C. Camargo, de São Paulo, aponta que 75% dos diagnósticos ocorrem em fase avançada da doença. Quando diagnosticados e tratados em fase inicial os tumores de laringe chegam a 90% de chances de cura.

Previna-se Evite o cigarro ou outros derivados do tabaco e também o consumo de álcool e exposição à poluição.