Você já se perguntou quanto tempo gasta por dia usando seu smartphone? Pois agora você vai saber! Nós, brasileiros, estamos entre os que mais acessam o dispositivo móvel no mundo.

Uma pesquisa feita pelo Ibope em 2013, em parceria com Instituto Conecta e a Worldwide Independent Network of Market Research (WIN), mostrou que os brazucas passam, em média, 84 minutos por dia usando um smartphone, número esse que ultrapassa a média global em cerca de 10 minutos e esse tempo continua crescendo.

Ainda de acordo com a pesquisa, o tempo gasto pelo brasileiro diariamente em um celular sem conexão com a internet é de 59 minutos, enquanto tablets batem a marca de 79 minutos e leitores digitais 63 minutos. Mundialmente, as médias são de 42 minutos, 71 minutos e 54 minutos, respectivamente.

/ Olhando para a tela do smartphone

Os usuários da Indonésia chegam a ficar 9 horas por dia em frente a uma tela, o que equivale a mais de 1/3 do dia. Sendo que desse tempo, 3 horas são na frente do smartphone.

Mas não imagine que o Brasil está muito atrás da Indonésia. Nós já ocupamos a quarta posição, gastando em média, 7 horas por dia com esses dispositivos. Desse tempo, pouco mais de duas horas e meia são gastas com smartphones: 113 minutos para TV, 146 minutos para PC e 66 minutos para tablets.

Essas informações são do relatório do Milward Brown AdReaction, reunidos para uma apresentação feita pela analista Mary Meeker na Code Conference.

RECEBA CONTEÚDOS EXCLUSIVOS TODA QUARTA-FEIRA. NÃO SE PREOCUPE, TAMBÉM ODIAMOS SPAM!

/ Os aplicativos mais usados

Se os brasileiros estão praticamente viciados nas telinhas dos smartphones e tablets, a culpa é dos aplicativos, que estão cada vez mais atrativos. No Brasil, os aplicativos mais utilizados são o Whatsapp e o Facebook, estes lideram a lista que foi elaborada por meio de uma pesquisa realizada pela Opinion Box, em parceria com a Mobile Time.

Os pesquisados foram convidados a criar uma lista livremente com os 10 aplicativos móveis que mais usam. O What’s App foi citado por 63% das pessoas, seguido pelo Facebook, com 60,5%. O terceiro colocado é o Instagram, que aparece distante, com 23,5%, seguido por YouTube (17,9%) e Gmail (14,4%). Foram computadas tanto as citações com os nomes corretos quanto as com a grafia errada: “WathsWapp”, “Wat´sApp” e afins foram computados para o What’s App, por exemplo, e o mesmo cuidado foi tomado com todos os demais aplicativos.

Confira a lista completa:

1/ Whatsapp – 63%
2/ Facebook – 60,5%
3/ Instagram – 23,5%
4/ Youtube – 17,9%
5/ Gmail – 14,4%
6/ Twitter – 13,3%
7/ Skype – 10,3%
8/Google Maps – 10,9%
9/ Banco do Brasil – 10,1%
10/ Pou – 9,8%
11/ Facebook Messenger – 8,4%
12/ Viber – 7,7%
13/ Google – 7,3%
14/ Google Play – 7,2%
15/ Waze – 6%
16/ Itaú – 5,5%
17/ Avast – 5%
18/ Candy Crush – 4,6%
19/ Bradesco – 4,3%
20/ Foursquare – 3,5%

Este é um dos principais motivos pelo o qual o convívio social e familiar está ficando cada vez mais escasso. E isso tende a piorar, tendo em vista que crianças estão usando a tecnologia muito mais cedo.

Ao mesmo tempo, a parte alcoólica da bebida era produzida à base de Le Cigar Blanc, um vinho branco biodinâmico feito na vinícola do californiano Boony Doon. O processo resultou em 2 400 garrafas de 700 ml de Fog Point. O preco: US$ 125. (veja o vídeo abaixo para entender o processo de captação de neblina).