Com a popularização do acesso à internet por meio dos televisores, o Chromecast e o Apple TV são dispositivos que ganharam expressiva relevância. Essas tecnologias conectam as TVs à internet (ao computador, ao smartphone, ao tablet, etc), o que permite a você transformar sua TV comum em SmartTv, ou seja, é uma opção bem mais econômica do que substituir a televisão. Além disso, possibilita assistir às séries no Netflix ou vídeos do Youtube em full HD. Destas duas opções disponíveis no mercado, o Chromecast é o mais popular, já que segundo levantamento do Zoom, site comparador de preços e produtos, apresentou crescimento de 174% nas buscas comparando abril a março de 2015, enquanto o concorrente Apple TV teve um aumento de apenas 73% no mesmo período.

Essa alta na demanda pelo dispositivo HDMI do Google pode estar relacionada ao fato dele apresentar um preço menor que o concorrente. O Chromecast custa entre R$ 197,10 e R$ 219, variando de preço em 11%. Já a Apple TV Full HD HDMI Apple é mais cara e pode ser encontrada por R$ 305,10 até R$ 449,15, com variação de preço também muito maior: 47%. Outro aspecto que influencia bastante na superioridade do crescimento da procura pelo Chromecast é que 90% do mercado de usuários de smartphones, segundo a consultoria comScore, usa o sistema Android.

A Apple TV funciona melhor para os consumidores que dispõem de dispositivos periféricos da Apple. Mas, além do preço e do sistema operacional, quais são os pontos fracos e fortes de cada um deles? Confira abaixo um pequeno raio-x de ambos os gadgets e encontre o melhor para suas necessidades tecnológicas.

Apple TV

/ Um pouco maior e mais pesado do que o concorrente
/ Tem entrada para conexão via cabo, mais rápida
/ Tem controle remoto, mas não dá para controlar com aparelhos Android, só IOS
/ Tem o AirPlay, que permite ver a tela do smarthphone na TV e acessar os apps
/ Dá para jogar na TV usando iPhone ou iPad como controle
/ Mais caro

Chromecast

/ Mais fácil de transportar
/ Só conecta via wifi
/ Pode ser controlado pelo smartphone ou tablet Android ou iOS
/ Também pode ser operado por meio de um notebook usando o navegador Chrome
/ Apenas alguns aparelhos têm suporte para o espelhamento
/ Dá para navegar na Internet usando a aba do Google Chrome
/ Mais barato