Sexo ao volante: a tendência embarcada pelos carros autônomos

BRUNO ACIOLI

Sexo no carro não é nenhuma novidade para você. E, dependendo de sua idade, não duvido que tenha histórias interessantes sobre o tema. Porém, a maneira como encaramos uma trepada no carro tende a mudar em um futuro não muito distante.

Isso porque um novo estudo publicado no periódico Annals of Tourism Research sugere que fazer sexo no carro será muito mais comum com a tecnologia de carros autônomos. Conduzido por pesquisadores da Universidade de Surrey (Reino Unido),  o trabalho revisou diversos outros estudos sobre carros autônomos e tendências que acompanharão a implementação desta tecnologia. Obviamente, sexo estaria incluído de alguma forma.

Afinal, gastamos muito tempo no trânsito, certo? Pesquisa do Instituto Brasileiro de Opinião Pública e Estatística (Ibope) mostra que em São Paulo, maior centro comercial do país,  perde-se quase três horas por dia dentro do carro ou ônibus. Então, nada mais justo que aproveitar esse tempo de maneira prazerosa. No entanto, de acordo com Scott Cohen, diretor da Escola de Hospitalidade e Gerenciamento de turismo, e autor do estudo que indica mais sexo em carros autônomos, isso só poderá ser observado (e experimentado, diga-se) a partir de 2040, quando a tecnologia que dispensará um condutor no automóvel,  será de fato, uma realidade. “É provável, inclusive, que esses carros sejam desenhados para uma gama de atividades, como dormir, comer e também transar”, prevê Cohen. O trabalho também teoriza sobre como as indústrias hoteleria, de mobilidade e outras serão afetadas pela implementação desta tecnologia. 

/ Como fazemos sexo no carro

Daquela rapidinha na garagem (ou na hora do almoço), aos drive-ins, amassos no banco de trás de um taxi e fetiche de receber sexo oral enquanto dirige, sexo no carro sempre foi um cenário possível para qualquer casal. Ou casais! Pesquisa feita pelo Sexlog, maior rede social adulta da América Latina, avaliou a preferência sexual de mais de 13 mil pessoas quando o assunto é sexo no carro. Um terço dos brasileiros que participaram da pesquisa disseram já terem transado a três dentro do possante. Aparentemente, é como coração de mãe.

E tem mais: 54% (a maioria) dos participantes disseram que a posição preferida para transar no carro é a “cavalgada”, seguida pela posição “de quatro” (29%). “Papai e mamãe” são preferência de somente 4% das pessoas, enquanto a conhecida “frango assado” é escolha de 13%. 

Quer receber mais conteúdos sobre sexo?
Inscreva-se abaixo. Nada de spam!

“É provável, inclusive, que esses carros sejam desenhados para uma gama de atividades, como dormir, comer e também transar

Os sedãs são os favoritos para 42% das pessoas que fazem sexo no carro. 27% gostam de SUVs, 15% de utilitários, 9% do tipo hatch e esportivos, somente 8%.

Se colocarmos tudo isso no banco de trás de um carro autônomo, nosso tempo no tráfego será muito mais interessante. Isso é, se até a chegada desta tecnologia não tivermos substituído a pele na pele pelo sexo virtual…