Longe da gente tentar ensinar a você como fazer a higine do pênis. Isso aqui é mais um lembrete para, em caso de perda de memória recente, você garantir que seu amigão esteja sempre limpo e apresentável.

Por mais óbvio que pareça, muitos caras não sabem fazer uma higiene do pênis adequada. Prova disso é que o Instituto Nacional do Câncer (INCA) registra, por ano, seis mil novos casos de câncer peniano no Brasil.  E a segunda maior causa da doença é a má higiene, principalmente em homens que não se submeteram à circuncisão. “Acho muito importante os homens se atentarem a secagem do membro na hora da higiene do pênis. Um câncer, proveniente da proliferação de fungos, por exemplo, pode resultar na amputação do órgão”, afirma Lawrence Utida, médico urologista graduado pela Universidade Estadual de Londrina (UEL) e membro da Sociedade Brasileira de Urologia. 

/ Checklist da higiene do pênis

Lave as mãos antes de ir ao banheiro. Você passa o dia todo manipulando coisas, pegando em lugares… às vezes, duvidosos. Imagine sacar o pênis para urinar com as palmas cheias de bactérias? Então, mais importante do que lavar as mãos após o xixi, é muito mais importante antes. “Isso evita o contato do pênis com fungos e bactérias”, confirma Utida.

Seque o pênis com papel higiênico. Ok, balançar o martelo é basicamente o que aprendemos durante toda a infância e adolescência. Porém, eis um choque de realidade: é infinitamente mais higiênico secar com papel higiênico (até porque balançar pode causar respingos na roupa e não garante a devida higiene do pênis). Até sua cueca vai agradecer. 

Coloque a cabeça para fora. Pode parecer besteira, mas muitos caras não fazem adequadamente a higiene do pênis durante o banho. É preciso expor totalmente a glande. Use pouco sabonete. De acordo com o especialista, a química pode estimular as glândulas na produção do esmegma que, lembre-se, é uma proteção do membro. Após o banho, seque tudo com a toalha. O pinto molhado pode ser o ambiente ideal para fungos e bactérias.

Faça xixi depois de transar. “O banho e higiene íntima após as relações diminui as chances de infecções”, alerta Utida. Isso porque a uretra pode conter excesso de sêmen e, em alguns casos, lubrificante – natural ou artifical. 

RECEBA CONTEÚDOS EXCLUSIVOS TODA QUARTA-FEIRA. NÃO SE PREOCUPE, ODIAMOS SPAM!

Tenha cuidado ao aparar o gramado. Apesar de ser uma proteção natural do organismo, os pelos podem causar mau cheiro. Então, é natural que você queira passar o pente zero no playground, porém isso pode prejudicar inclusive a higiene do pênis. “A depilação completa causa microlesões na superfície da pele que gera inflamações e infecções locais”. E isso, evidentemente, promove o acúmulo de bactérias.

Deixe o cara solto de vez em quando. É importante escolher uma cueca de algodão e não muito apertada, que evita a incidência de infecção fúngica. “Cuecas muito justas prejudicam a higiene do pênis, devido ao aumento da temperatura na região”, esclarece. Lugares quentes e úmidos (afinal, você também transpira nas virilhas) são o hotspot de bactérias e fungos. Além do mais, assim como as mulheres, é bom deixar o passarinho tomar um ar durante a noite. Durma livre, leve e solto.

Lave a cueca no banho, rapaz! Largar a cueca suja no cesto de roupa não é uma opção. “Os resíduos e secreções podem proliferar e contaminar, inclusive, outras roupas”, completa Utida. É só entrar no chuveiro e gastar 10 minutos. Seu amigo agradece!